• Tay Toledo

7 dicas geniais para melhorar a ansiedade de separação do seu cão



Com algumas dicas você estimular seu cão a ficar mais calmo quando ficar sozinho.

Oi, oi Galera. Tudo numa boa ? 

Quero conversar com vocês mais uma vez sobre ansiedade de separação em cães. Já contei pra vocês meu caso com a minha cadelinha Sophie aqui no blog. Se você não viu, confira aqui e fique por dentro do caso. 

Como vocês já sabem, alguns cachorros se desesperam, ficam irritados ou ficam deprimidos quando ficam sozinhos. Mas com os estímulos positivos certos você pode ajuda-lo a ficar mais calmo e se divertir enquanto você estiver fora. 

Separei 5 dicas para aliviar a ansiedade da separação, assim tanto você quanto seu cachorro podem ficar aliviados quando ele precisar ficar sozinho.


DICA 1: Levar seu cachorro para fazer um bom passeio antes de você sair pode fazer maravilhas por ele. O objetivo é deixar seu cão bem cansado, assim quando você sair ele vai ligar o modo descanso e tirar uma soneca.

DICA 2: Se passear com seu cão antes de sair não for possível, brinque muito com seu cachorro. Uma brincadeira de 20 a 30 minutos vai ter o mesmo efeito de um passeio. E lembre-se, quanto mais cansado, mais calmo ele vai ficar. 

DICA 3: Associar a sua saída com um petisco ou um brinquedo que ele adora e retire da posse dele assim que chegar. Isso vai manter seu cão ocupado por algum período e com o tempo ele vai passar a associar sua saída com um momento bacana. 

DICA 4: Deixar seu cãozinho menos sensível aos “gatilhos de ansiedade” . Por exemplo, se quando você pega as chaves, veste um casaco ou coloca os sapatos, seu cachorro sabe que você vai sair, faça isso quando não for sair.  Assim você ”anula” os efeitos desses gatilhos, mostrando que mexer nas chaves e etc, não significa que você está sempre de saída. Separe uns 10 minutos do seu tempo antes de sair de casa e mexa nas chaves várias vezes sem sair de casa.


DICA 5: Comece deixando-o sozinho por curtos períodos de tempo. 5 ou 10 minutos é ideal. Conforme perceber que ele já não fica mais tão agitado, vá aumentando o tempo até ele finalmente se acostumar com horas e horas longe de você.

DICA 6: Criar uma independência na rotina do pet. Cães precisam se acostumar a terem atividades sozinhos no dia a dia sem o dono, para que ele desenvolva capacidades exploratórias e dê liberdade para o dono ver um filme no sofá de casa, receber amigos ou namorar, quanto para que o animal se sinta confiante em uma eventual falta de humanos na casa.

DICA 7: Evitar longas despedidas. Dar carinho extra e pedir desculpas ao cão antes de sair só servirá para deixá-lo mais ansioso e propenso ao sofrimento. Na hora de sair vá embora sem cerimônia.

DICA 8: Permita que o animal tenha livre acesso à casa durante sua ausência para que ele possa se sentir mais calmo e seguro nos espaços de convivência comum com seu dono. Mas, caso precise isolar o cão em um cômodo, deixe com ele objetos com seu cheiro para que ele associe à sua presença e se sinta mais calmo.


Galera, a chave para tudo isso dar certo é ter muuuuuuuita paciência, esforço e dedicação, pois vai levar tempo até seu cão aprender e se acostumar com essa nova rotina.

Ahhh e eu soube que afinar a voz para falar com o cachorro faz com que ele fique ainda mais ansioso, o que é um grande problema para os que já sofrem com a ansiedade de separação. Isso acontece porque nossa voz é confundida com o choro de um filhote e, por isso, o cachorro interpreta que você está sentindo alguma dor.

Eu confesso que faço muito isso com a minha Sophie. É difícil é perder este costume, mas como é pro bem dela, já estou parando. 


Comentem aqui embaixo o que acharam das dicas de hoje e não se esqueça de me seguir no SNAP @Tay.Toledo e nas redes sociais: INSTAGRAM FACEBOOK | TWITTER

Te espero lá. Beijos da Tay e até mais

Fontes: ASPCAPetCo.Cesar’s WayPets.

#ansiedadedeseparação #outros #pet

0 visualização